Poupança é fundamental para se aposentar de forma tranquila

Onze milhões e meio de brasileiros ganham, por mês, um salário mínimo, menos de R$ 1 mil. São pessoas que já deixaram de trabalhar e representam quase 90% dos aposentados da Previdência Social. Para muita gente, não é fácil sobreviver com essa quantia. Para não passar aperto no futuro, o ideal é se planejar agora.

“O brasileiro, de uma forma geral, tem o seguinte comportamento: até os 40 anos ele diz: ‘É muito cedo para pagar a aposentadoria’. Quando chega aos 40, ele vai fazer a conta e diz: ‘Meu Deus, é muito tarde’”, afirma Jurandir Sell Macedo, professor de finanças pessoais.

Para se ter uma ideia, quem ganha R$ 5 mil por mês e começa a poupar aos 25 anos 10% do salário, ou R$ 500 por mês, vai ter acumulado, em 30 anos, cerca de R$ 400 mil. Com essa quantia, dá para saques mensais de R$ 2 mil ao se aposentar.

Uma coisa é certa: quanto mais tarde você começar a poupar, mais difícil será o caminho. Aos 35 anos, a pessoa que ganha R$ 5 mil por mês, já deve ter R$ 60 mil, o que corresponde a um ano do seu salário. Aos 45 anos, o valor acumulado deve ser de R$ 180 mil, o equivalente a três anos de salário. Aos 55 anos, o ideal é ter o equivalente a seis anos de salário.

“Quem chegar aos 65 anos com nove anos de renda acumulado na sua reserva de aposentadoria, vai ter uma aposentadoria bastante tranquila”, garante Jurandir.

Nos últimos anos tem crescido o número de pessoas que tem algum tipo de previdência complementar, mas esse número ainda é pequeno: apenas 17 milhões de brasileiros, ou 6% dos que compõe a população economicamente ativa. Dois terços desses poupadores são homens e tem entre 35 e 60 anos.

(A Escolha Certa/G1)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *