Diretoria Executiva da Casanprev está certificada pelo ICSS

Todos os três dirigentes da Casanprev são certificados pelo Instituto de Certificação de Profissionais de Seguridade Social (ICSS) – órgão credenciado pela Secretaria Nacional de Previdência Complementar.  A certificação, que conta com o suporte técnico da Fundação Getúlio Vargas, foi criada para aferir a competência e o conhecimento dos profissionais para administrar o sistema de previdência complementar no Brasil. Os Diretores Sandro Serafim, Presidente, Adir de Oliveira, Administrativo-Financeiro e Fernando Barros, de Seguridade, tiveram que comprovar capacidade, experiência e conhecimento para gerir o Fundo de Pensão Casanprev, perante uma banca de avaliação técnica, composta por membros da Secretaria Nacional da Previdência, Fundação Getúlio Vargas e do ICSS.

O processo de certificação tem o principal objetivo de promover o aprimoramento contínuo dos profissionais responsáveis pela gestão de recursos dos milhões de participantes brasileiros de fundos de pensão. “Esta qualificação representa o reconhecimento da capacidade de seus profissionais para administrar o Fundo de Pensão, e trata-se de um processo contínuo que visa tornar a entidade, cada vez mais, focada na excelência, além de sinalizar segurança no gerenciamento da Entidade”, disse o Diretor Presidente, Sandro Serafim.


Serafim: sinalização de segurança

O modelo de certificação do ICSS adotado pela previdência complementar brasileira é visto como um sinal de amadurecimento do sistema e um exemplo do avanço da autorregulação no país. Para participar do processo de avaliação, o candidato deve enviar uma série de documentos que comprovem a experiência mínima e conhecimento exigido pelo ICSS. Cabe a um colegiado a decisão final, tomada a partir da análise do currículo, memorial e cartas de referência do candidato.

Segundo o Adir Oliveira, a certificação é comprovação da solidez da Fundação. “É um atestado de que estamos atuando com profissionalismo e seriedade”, comemorou. Também satisfeito com o resultado, o Diretor de Seguridade, Fernando Barros explicou que a certificação é consequência natural do processo de qualificação da gestão. “A concessão do certificado se dá por meio de um exame rigoroso que analisa, especialmente, a experiência e conhecimento do dirigente e transmite segurança”, explicou ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *