A importância de planejar a aposentadoria

A passagem para a aposentadoria é a fronteira legal e pessoal que marca um processo de mudanças e suscita incertezas que apontam para a necessidade de uma preparação do indivíduo que se retira da esfera produtiva.
A Empresa de consultoria global Mercer, em recente levantamento realizado com 494 planos de previdência brasileiros constatou que “não é só a rotina que muda quando chega a aposentadoria. Os níveis de despesa também sofrem sérias alterações. Segundo a pesquisa, para 33% dos aposentados os gastos subiram consideravelmente quando deixaram de trabalhar.”
Contribuindo para aumentar esses gastos estão os aumentos nos custos dos planos de saúde privados com o avançar da idade.   Assim, rever as despesas e adequá-las ao novo nível de renda é um item fundamental para encarar a nova realidade com certa margem de segurança e tranquilidade.
Os Planos de Previdência Complementar cumprem um papel fundamental para manter a qualidade de vida e minimizar as consequências inevitáveis da redução da renda na aposentadoria, porém os benefícios pagos pelos Planos de Previdência não restituem o mesmo status financeiro do Participante quando em atividade na Empresa.
A Mercer também constatou que os Planos de Benefícios Previdenciários “estão cobrindo apenas 35% do último salário do funcionário quando estava em atividade laboral, sem considerar o benefício do INSS”.  De acordo com o estudo  “o  problema  ocorre porque o tempo de real de contribuição têm sido inferior a 30 anos e o percentual do salário depositado mensalmente  não tem sido suficiente para garantir uma renda superior `a oferecida atualmente.  E não há mágica para resolver o problema: ou as pessoas passam a contribuir com um percentual maior do salário, ou elas começam a se aposentar mais tarde, afirma Geraldo Magela, executivo da área de Previdência da Mercer.”
O prolongamento da duração da vida provoca e provocará efeitos econômicos consideráveis para a nossa sociedade  e será preciso um esforço financeiro considerável para satisfazer as necessidades crescentes de uma população que deixa de produzir, mas que consome cada vez mais. Assim um planejamento financeiro e previdenciário torna-se uma importante estratégia para que a passagem para aposentadoria seja um processo mais tranquilo.
A matéria completa com os dados da pesquisa realizada pela Mercer foi divulgada pela Investidor Institucional de junho/2014.
More from Quorum Comunicação

No Dia Mundial da Água, ONU critica desperdício e pede ações de reaproveitamento

  A ONU mobiliza governos, setor privado e sociedade civil contra o...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *