Consumidor deve ter cautela nas compras a prazo no Dia das Crianças

No dia 12 de outubro será comemorado o Dia das Crianças, data conhecida pelo comércio como termômetro para o Natal. Quem ainda não providenciou os presentes, pode aproveitar os dias que faltam para planejar melhor o dinheiro e pesquisar os lugares que oferecem boas condições de pagamento. Segundo os economistas da Serasa Experian, na hora da compra, é preciso que o consumidor tenha cautela evite os prazos mais longos de financiamento que comprometem ainda mais a sua renda, principalmente para quem já está endividado.

Ainda de acordo com os economistas da empresa, não há problemas em parcelas os presentes, entretanto, fazer uma compra e assumir muitas parcelas envolve maior incerteza no futuro, considerando a aproximação das festas de final de ano e as despesas típicas do início de 2013, como IPVA, IPTU, matrícula, material escolar, entre outras.

Para quem já está endividado ou inadimplente e perdeu o controle das dívidas, o primeiro passo é buscar a renegociação. O consumidor deve aproveitar quando receber a parcela do 13º salário para organizar sua vida financeira. Ele mesmo pode regularizar suas dívidas diretamente com os credores, sem precisar contratar serviços de terceiros.

Veja abaixo seis dicas simples que a Serasa Experian preparou para uma renegociação bem sucedida:

  • Antes de renegociar, faça suas contas e anote no papel uma proposta que se encaixe no seu orçamento. Jamais recorra ao cheque especial ou a empréstimos que possuam taxas muito altas. Tente procurar alternativas mais baratas, como o crédito consignado, por exemplo.
  • No momento da renegociação, tenha em mãos todas as informações que podem ajudar na conversa, como as contas em atraso e as cartas de cobrança que recebeu em casa.
  • Avalie com calma as suas reais condições de pagamento e tenha clareza se, para regularizar suas dívidas, você precisa de prazo, de desconto, ou das duas coisas.
  • Seja sincero com o atendente da empresa que irá avaliar o seu caso. Não se sinta constrangido, fale abertamente sobre os motivos que fizeram você deixar de pagar as contas.
  • Ouça a proposta que o atendente irá lhe apresentar e, caso você não esteja de acordo, apresente a sua sugestão. Tente chegar o mais próximo possível das condições que você apresentou, antes de finalizar o acordo.
  • Ao fechar a renegociação, não se esqueça de pegar o comprovante que formaliza o acordo sobre o pagamento da dívida.
Serasa Experian

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *